maggbahia@hotmail.com

quinta-feira, 11 de abril de 2013

A experiência da cidade: de Paris a Belo Horizonte - no Salão Cultural Georges VIncent



O Salão Cultural Georges Vincent da Aliança Francesa de Belo Horizonte está recebendo a exposição “A experiência da cidade: de Paris a Belo Horizonte – Marc Goldstain”, que reúne pinturas realistas e sensíveis feitas a partir de locais da cidade Luz e da capital mineira pelo artista que dá nome à mostra.


O artista participará de um debate sobre sua experiência na arte, hoje dia 11 de abril, às 19h, no local da exposição, onde exibirá um vídeo sobre sua carreira. O debate, que terá como tema “A emoção do realismo sensível”, será aberto ao público e será realizado em francês com tradução em português.

As obras retratam  passeios do pintor por diversas paisagens urbanas, de onde emerge uma escritura particular, destacando as diferenças e as semelhanças destes lugares e a maneira como ele as percebe.

Com entrada franca, a mostra “A experiência da cidade: de Paris a Belo Horizonte – Marc Goldstain” fica em cartaz até o dia 27 de abril, e é mais uma realização da Aliança Francesa de Belo Horizonte.

Estão expostas 10 pinturas que representam Paris - tais como o metrô e seus personagens, os prédios, as ruas e sua periferia - e quatro pinturas que repesentam BH. Uma delas é uma obra de grande dimensão (130cmX160cm) que representa o complexo IAPI de Belo Horizonte, realizada na capital francesa a partir de uma fotografia. Além desta, já na capital mineira, o artista criou mais 3 obras: uma que retrata o final da Feira Hippie na Avenida Afonso Pena; outra do Edifício Niemeyer na Praça da Liberdade e, por último, a Lagoa da Pampulha, esta pintada totalmente in loco, bem ao modo impressionista. As técnicas utilizadas pelo artista são acrílico sobre tela e óleo sobre tela.

Além das pinturas, Goldstain pintará, ainda, um muro da Aliança Francesa representando uma cena no Mercado Central de BH que lhe despertou uma lembrança de infância, no momento em que ele assistiu ao filme Brazil, do diretor Terry Gilliam. A cena foi registrada pelo artista a partir de uma fotografia.



Sobre Marc Goldstain

Nascido em 25 de agosto de 1969, Marc Goldstain possui no currículo diversas formações em artes e pedagogia. Desde 1992, já realizou mais de 50 exposições, entre coletivas e individuais, em cidades como Paris, Geneva e Nova Iorque. Em 2004, foi agraciado com a Bolsa da Associação Renoir, realizando uma residência no ateliê de Pierre Auguste Renoir até o ano de 2005.

Local: Salão Cultural Geroges Vincent da Aliança Francesa de Belo Horizonte
Rua Tomé de Souza, nº 1418 - Savassi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não seja deselegante, utilize-se do seu espaço com dignidade.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.